Alinhamento e curva de resposta plana
texto produzido por Marcelo Shiguematsu Motitsuki - 04/02/2016
Todos os direitos autorais reservados
AutoSom.net http://autosom.net

Texto original por Renan Lopes

Treinamento: Alinhamento de Som Automotivo (30/01/16)

fonte: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1108764545823299.1073741835.1060260107340410&type=3

 

CURVA DE RESPOSTA PLANA
- Como assim, curva plana?

Se vc vem acompanhando meu trabalho, sabe que estou no propósito de dividir o máximo de informação sobre áudio que eu puder, principalmente pro mercado de Som Automotivo.


Neste último final de semana (30.01.16) dei consultoria para 12 pessoas que toparam acompanhar uma “Autópsia” completa da C10 que desenvolvi em parceria com a Omega Driver e Doctor Áudio, de Canoas no RS. Neste processo, detalhamos todas as etapas utilizadas no projeto, abordando assuntos como: Alto-Falante, Caixas Acústicas, Curva de Impedância, Processamento Digital de Áudio, Osiloscópio, ainda fizemos um alinhamento prático no sistema, usando o Software Smaart + Placa de Som Behringer UMC404HD + Mic ECM800. No primeiro gráfico, que vemos nesta publicação, está as respostas individuais de cada via utilizada na C10. Grave Omega Driver - Punch 3.3k trabalhando de 45Hz~120Hz, Médio-Grave Omega Driver - MD700 na região de 120Hz~700Hz, Médio Selenium - D250 Trio de 700Hz~2.3kHz e Agudo Selenium - D220Ti acima de 2.3kHz. Esse sistema tem uma característica muito interessante, como desenvolvi falantes e caixas em conjunto, as respostas acústicas simplesmente não precisaram de absolutamente nenhuma equalização para apresentar a resposta vista na imagem (a queda nas altas ocorreu em função da posição do Mic, mas já havíamos conferido que o D220Ti tem capacidade de ir próximo dos 16kHz), exceto a equalização de entrada que posteriormente foi dada para “temperar” o sistema de acordo com a necessidade musical.


Dentro desta proposta de consultoria, sugeri que trouxessem seus carros para que pudéssemos fazer o alinhamento deles. O Aline Sehn Tiago Sehn trouxe o seu reboque 4 vias para efetuarmos o procedimento, e o primeiro passo foi medir a resposta atual do reboque, que podemos ver no segundo gráfico. Na imagem vemos que o sistema tem característica típica de carro de “pancadão”, ganhos consideráveis na região ao redor de 100Hz, porém com algo que me deixou intrigado, absolutamente nada na parte alta da voz. Analisando o comportamento do sistema, que conta com Graves de 18” + Médio-Grave de 12” (Ambos Oversound) + Médio Selenium - D405 de 2” e Agudo Selenium ST400, defini os seguintes pontos de crossover pro sistema: 150Hz / 700Hz / 5kHz. Ao aplicar os cortes, constatei que os Drivers não sobem nada e o Tweeters também não descem! Além disso, percebi uma variação considerável na região de 470Hz, que numa análise superficial, o primeiro procedimento seria aplicar equalização para arrumar esse problema. Resolvi investigar a resposta em Fullrange do 12”.. contemplando que a caixa tem 0.36m de profundidade interna, podemos dividir a velocidade do som (344m/s) por esse valor e encontrar a freqüência de 955Hz.. para que possamos definir como cancelamentos, devo considerar uma reflexão no interior da câmara de ½ comprimento de onda (Ciclo Positivo - Ciclo Negativo), ou seja 477Hz!


Exatamente o centro de onde temos essas regiões “construtivas” e “destrutivas”, características de ondas estacionárias. Na medição acabei percebendo que o 18” e o 12” tinham uma boa “pegada” na região de 100Hz. Como o Tiago me pediu um sistema que tivesse boa musicalidade mas que fosse forte nas músicas de "pancadão" também, resolvi estender os pontos de crossover do sistema. A resultante foi uma resposta relativamente equilibrada e agressiva para o “pancadão” (+6dB em 100Hz). Minha sugestão de melhoria foi para que ele revise o projeto da caixa de 12", evitando ressonâncias internas, e a substituição dos Tweeters por Drivers de Titânio, assim conseguimos um ponto de crossover mais baixo, melhorando a região alta da voz.

Curte então as outras fotos do evento e não deixe de postar qualquer dúvida que vc tiver!

Grande abraço e até a próxima.
Renan Lopes


Se vc vem acompanhando meu trabalho, sabe que estou no propósito de dividir o máximo de informação sobre áudio que eu puder, principalmente pro mercado de Som Automotivo.
Neste último final de semana (30.01.16) dei consultoria para 12 pessoas que toparam acompanhar uma “Autópsia” completa da C10 que desenvolvi em parceria com a Omega Driver e Doctor Áudio, de Canoas no RS. Neste processo, detalhamos todas as etapas utilizadas no projeto, abordando assuntos como: Alto-Falante, Caixas Acústicas, Curva de Impedância, Processamento Digital de Áudio, Osiloscópio, ainda fizemos um alinhamento prático no sistema, usando o Software Smaart + Placa de Som Behringer UMC404HD + Mic ECM800.


No primeiro gráfico, que vemos nesta publicação, está as respostas individuais de cada via utilizada na C10. Grave Omega Driver - Punch 3.3k trabalhando de 45Hz~120Hz, Médio-Grave Omega Driver - MD700 na região de 120Hz~700Hz, Médio Selenium - D250 Trio de 700Hz~2.3kHz e Agudo Selenium - D220Ti acima de 2.3kHz. Esse sistema tem uma característica muito interessante, como desenvolvi falantes e caixas em conjunto, as respostas acústicas simplesmente não precisaram de absolutamente nenhuma equalização para apresentar a resposta vista na imagem (a queda nas altas ocorreu em função da posição do Mic, mas já havíamos conferido que o D220Ti tem capacidade de ir próximo dos 16kHz), exceto a equalização de entrada que posteriormente foi dada para “temperar” o sistema de acordo com a necessidade musical.

 


Dentro desta proposta de consultoria, sugeri que trouxessem seus carros para que pudéssemos fazer o alinhamento deles. O Tiago Sehn trouxe o seu reboque 4 vias para efetuarmos o procedimento, e o primeiro passo foi medir a resposta atual do reboque, que podemos ver no segundo gráfico.

 


Na imagem vemos que o sistema tem característica típica de carro de “pancadão”, ganhos consideráveis na região ao redor de 100Hz, porém com algo que me deixou intrigado, absolutamente nada na parte alta da voz.

 

Analisando o comportamento do sistema, que conta com Graves de 18” + Médio-Grave de 12” (Ambos Oversound) + Médio Selenium - D405 de 2” e Agudo Selenium ST400, defini os seguintes pontos de crossover pro sistema: 150Hz / 700Hz / 5kHz. Ao aplicar os cortes, constatei que os Drivers não sobem nada e o Tweeters também não descem! Além disso, percebi uma variação considerável na região de 470Hz, que numa análise superficial, o primeiro procedimento seria aplicar equalização para arrumar esse problema.

 

Resolvi investigar a resposta em Fullrange do 12”.. contemplando que a caixa tem 0.36m de profundidade interna, podemos dividir a velocidade do som (344m/s) por esse valor e encontrar a freqüência de 955Hz.. para que possamos definir como cancelamentos, devo considerar uma reflexão no interior da câmara de ½ comprimento de onda (Ciclo Positivo - Ciclo Negativo), ou seja 477Hz!
Exatamente o centro de onde temos essas regiões “construtivas” e “destrutivas”, características de ondas estacionárias. Na medição acabei percebendo que o 18” e o 12” tinham uma boa “pegada” na região de 100Hz. Como o Tiago me pediu um sistema que tivesse boa musicalidade mas que fosse forte nas músicas de "pancadão" também, resolvi estender os pontos de crossover do sistema.

 

A resultante foi uma resposta relativamente equilibrada e agressiva para o “pancadão” (+6dB em 100Hz). Minha sugestão de melhoria foi para que ele revise o projeto da caixa de 12", evitando ressonâncias internas, e a substituição dos Tweeters por Drivers de Titânio, assim conseguimos um ponto de crossover mais baixo, melhorando a região alta da voz.

 

Software Smaart + Placa de Som Behringer UMC404HD + Mic Behringer ECM800 + Processador Behringer DCX2496.

Sinal Digital vs. Analógico

 

 

 

Medição do Sinal


Avaliação do Sinal no Osciloscópio.

 

Resposta de uma música.

 

Controle Bluetooth do Processador JFA DX5.

 





Mais Artigos - Procurar
Artigos AutoSom.net - Todos os direitos reservados - cópia somente mantendo autoria e procedência
AutoSom.net © | 1997/2016 | Copyright, Direitos Reservados | http://autosom.net | Contato