Início Diversos Projetos Competições Dúvidas? Fotos Artigos Fórum Parceiros



Procura rápida

Novidades em seu email
Receba mensagem com as novidades.





Glossário Som Automotivo

Foram encontradas 44 palavras. Começando com B
Página 1 de 2
« 1 2 »

  • Bafle
    Termo utilizado para descrever um painel ou uma caixa, cujo objetivo é o cancelamento das ondas sonoras (de fase oposta), projetadas simultaneamente pela frente e por trás do cone do falante. Dessa forma, este dispositivo é projetado para absorver as ondas traseiras ou projetá-las novamente em fase com as ondas frontais.

  • Balance Control Controle de Equilíbrio
    Controle utilizando um potenciômetro (resistor variável), que permite compensar volumes diferentes existentes entre os canais de um amplificador multicanal, para que todos entreguem um mesmo nível sonoro em suas saídas.

  • Balanço
    Recurso que permite regular a intensidade de som em cada canal estéreo.

  • Bandpass Filter Filtro Passa Faixa
    Circuito que só permite a passagem de sinais de freqüências compreendidas entre dois valores estabelecidos.

  • Bandwidth Largura de Banda
    Resposta em freqüência de um circuito, geralmente determinada como sendo o intervalo de freqüências compreendido entre as quedas a -3 dB nas extremidades da faixa de passagem.

  • Bass
    Procura automática de emissoras.

  • Bass Graves
    Gama de freqüências de áudio situadas abaixo de 2OOHz, aproximadamente.

  • Bass Reflex Refletor de Graves
    Sonofletor cuja construção prevê o aproveitamento da energia acústica transmitida pela parte posterior do alto-falante através da ressonância de ar encerrado internamente à caixa, sintonizado por uma abertura no painel. O refletor de graves permite estender a resposta a graves abaixo da que seria normalmente conseguida por uma caixa fechada utilizando o mesmo falante. Técnica de construção de caixas acústicas, onde a caixa é dotada de um duto ou abertura que permite sua ressonância numa freqüência baixa.

  • Bass-Reflex
    Sistema de caixas acústicas em que a resposta de graves do woofer é reforçada por um ou mais dutos ou aberturas no gabinete. O comprimento e o diâmetro deste duto são calculados por meio de um programa de computador com base nas características do woofer e no volume interno da caixa acústica. Atualmente é o sistema mais usado, em virtude de sua grande eficiência na reprodução dos sons graves.

  • Bazuca
    Caixa acústica selada com formato de tubo.

  • BBE
    Controla o tempo de reprodução das notas de alta e baixa freqüências, o que cria um som mais dinâmico, muito mais próximo do som ao vivo.

  • Beat (Batimento)
    Freqüência resultante da mistura de duas outras diferentes.

  • Belt Drive Transmissão por Correia
    Tipo de transmissão usada em toca-discos analógicos, onde as rotações do motor são transmitidas ao prato através de uma correia.

  • Biamplificação Biamping e Biwiring
    Nos sistemas de som mais comuns a rede divisora de freqüências é do tipo passivo e encontra-se no interior das caixas acústicas. Em um sistema biamplificado ( ou triamplificado, tetra-amplificado, etc..) o divisor é eletrônico e colocado antes do módulo amplificador de potência, que passa a acionar diretamente os sonofletores. A biamplificação diminui a distorção por intermodulação, torna mais linear a resposta do sistema e aproveita melhor a potência disponível. Já no sistema conhecido por Biwiring, um mesmo amplificador alimenta um divisor de freqüência situado no interior da caixa acústica com fios separados para os agudos e graves, usado também como forma de diminuir a distorção por intermodulação.

  • Bias Compensator Dispositivo Anti Resvalo
    Dispositivo usado no braço dos toca-discos analógicos, que tem por finalidade aplicar uma pequena força mecânica no eixo do mesmo, de forma a equilibrar a força centrífuga que surge pela rotação do prato e tende a fazer a agulha saltar fora do sulco do disco.

  • Bias Polarização
    Sinal aplicado a um componente para assegurar a sua operação em uma região de alta linearidade. Em amplificadores é a tensão nos transistores ou válvulas que determina sua classe de operação A, B, AB, etc.

  • Binary Code Código Binário
    Os aparelhos de áudio digitais usam um tipo especial de sinal que consiste em uma sucessão dos números zero e um. Esses números representam a forma de onda em um código especial que é interpretado pelo leitor ótico de um CD player ou outro tipo de equipamento especialmente desenhado para esse fim. O código binário utilizado pode ser de variados padrões, sendo utilizado pelos CDs o PCM - Pulse Code Modulation.

  • Binaural
    Tipo de técnica de gravação realizada com a utilização de dois microfones que simulam o mecanismo de operação do ouvido humano, sendo apropriada para a audição com fones de ouvido.

  • Binding Post Borne
    Terminal utilizado nos equipamentos eletrônicos e em sonofletores para interligação com outros módulos. Normalmente é do tipo de rosquear, para ser usado com fios ou cabos dotados de garras ou simplesmente pontas de fios desencapadas.

  • Bitstream
    Um método de conversão Digital/Analógica que emprega a leitura bit por bit, em vez do método mais convencional de 16 bits por vez. Também é chamado de conversor de bit-1Bit Converter.

  • Blindagem magnética
    Proteção que inibe ou enfraquece o campo magnético gerado pelos alto-falantes de uma caixa acústica. Sua finalidade é impedir que este campo magnético provoque distorções nas cores ou manchas no tubo de uma TV colocada ao lado das caixas.

  • Bobina
    Toda bobina é móvel. Nome genérico descrevendo o arranjo circular ou quadrado de enrolamento do fio. Normalmente é feita com papel, alumínio ou kapton, de acordo com a necessidade e o tipo de som desejado. Fica situada dentro do campo magnético do ímã, produzindo o movimento da bobina (impulso eletromagnético). Sobre a bobina são montados o cone e a suspensão que, ao se moverem, fazem com que o cone vibre, gerando acústica, que é a parte que transmite para a audição a energia sonora desenvolvida pelo cone.

  • Bobina com fio SV e corpo Unisheet
    Materiais resistentes a altas temperaturas permitindo ao subwoofer suportar alta potência elétrica.

  • Bobina de Nomex
    Material de baixo peso e altíssima resistência.

  • Bobina móvel
    É formada por um enrolamento de fio sobre um tubo cilíndrico. O fio normalmente possui uma seção redonda, mas também existem fios com seções retangulares (fio chato) que permitem um melhor empilhamento do fio, aumentando a eficiência do alto-falante em até 30%. O tubo cilíndrico tem como função dar estrutura mecânica à bobina e fazer o acoplamento com o cone e a centragem.

  • Bobina móvel dupla
    Bobina móvel dupla (twin drive) é um sistema que permite combinações de impedância de acordo com as necessidades. É composto por uma bobina com duplo enrolamento e duas saídas externas com 4 ohms de impedância cada. Permite ligações de 2, 4 e 8 ohms, podendo ser ligado apenas em 4 ohms.

  • Bobina móvel dupla (twin drive)
    Sistema que permite combinações de impedância de acordo com as necessidades. É composto por uma bobina com duplo enrolamento e duas saídas externas com 4 ohms de impedância cada. Permite ligações de 2, 4 e 8 ohms, podendo fazer ligações estéreo no mesmo alto-falante.

  • Bobina Móvel Voice Coil Moving Coil
    Sistema eletromagnético composto de um ímã e uma bobina onde o primeiro é fixo e a segunda é móvel. É usado em um tipo de cápsula magnética para discos de vinil. Diz-se do sistema universalmente usado na construção de alto-falantes de cone. A bobina é fixada ao cone do alto-falante e centrada em um entreferro imantado preso à traseira do chassis metálico do alto-falante. Uma tensão alternada proveniente do amplificador de potência faz com que uma corrente se produza na bobina, o que origina forças eletromagnéticas na mesma, com o seu conseqüente deslocamento ao longo do entreferro, movendo consigo o cone do alto-falante. A amplitude e a velocidade dos deslocamentos dependem diretamente do nível e da freqüência da corrente que percorre a bobina.

  • Booster Reforçador de Sinais
    Tipo de amplificador muito empregado em som automotivo, que reforça a saída de potência. O Booster trabalha com baixa impedância de entrada, banda de passagem limitada e nível mais alto de ruídos que um módulo de potência que recebe o sinal de um pré-amplificador Booster (módulo de potência): amplificador que utiliza a saída amplificada dos toca fitas e CDs. Não amplifica o sinal através de fonte chaveada, comprometendo a qualidade do som.

  • Borda
    Faz parte do sistema de suspensão que controla os movimentos do alto-falante. É confeccionada em diversos materiais tais como espuma, borracha, papel ou tecido, podendo ter ou não diferentes tipos de impregnações.

« 1 2 »

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y Z todos


(Glossario AutoSom.net)
Digite a(s) palavra(s) para procurar
Procura avançada


- |  <  | Página Principal | Diversos | Projetos | Campeonatos | Dúvidas? | Artigos | Fotos | Publicidade |  X  |  ^  | -
AutoSom.net - Todos os Direitos Reservados © 1997/2015 | São Paulo - Brasil | Contato | http://autosom.net
Gogoalshop er den ledende merkevare rabatt Billige Fotballdrakter spesialist. Du kan handle i engros Authentic Basketball Drakter, Cheap Authentic, Custom Soccer Jerseys og Soccer Gears pa hockey drakt. Finn det beste utvalget av rabatt fotball jerseys her. Kilde billige og fotballdrakter norge hoykvalitets produkter i hundrevis av kategorier Kjop billige fotballdrakter engros direkte fra Kina.